Autoconhecimento – comece pelo seu centro

Autoconhecimento – comece pelo seu centro

O autoconhecimento é muito importante para ter mais autocontrole e lidar melhor com as emoções e sentimentos, conquistando mais qualidade de vida, realização pessoal e profissional. Com mais ações preventivas do que corretivas perde-se menos tempo correndo atrás dos problemas, “apagando incêndios”, resolvendo crises e reagindo aos acontecimentos. Ganha-se maior controle da situação, e a possibilidade de ajustar com muito mais facilidade as rotas do caminho.

Se conhecer melhor diminui a ansiedade e o estresse e aumenta a sensação de controle, autoestima e autoconfiança. A pessoa se sente mais fortalecida, preparada, motivada e organizada para definir e executar os planos de ação, mais segura para ajudar as outras pessoas: familiares, amigos e clientes.

As instruções para procedimentos de emergência nos aviões são claras: primeiro coloque a máscara de oxigênio em você e depois nas crianças e pessoas que precisarem de ajuda. Se você não estiver bem consigo mesmo, como poderá apoiar os outros? Se você não se conhecer, não se entender, não tiver a clareza de seus anseios mais profundos, dúvidas, medos, sentimentos, propósito, como você vai poder conhecer melhor os outros, se relacionar com eles e ajudá-los?

Você está confortável na sua zona de (des)conforto?
Adelaide Giacomazzi
Adelaide Giacomazzi

Você está confortável na sua zona de (des)conforto?

Você conhece alguma pessoa que vive reclamando no seu ouvido que as coisas estão ruins, que a situação econômica é desfavorável, que as outras pessoas estão sempre erradas… e não faz nada para mudar?

E você, está passando por uma situação desconfortável que está prejudicando a sua saúde e atrapalhando os seus resultados? Está adiando tomar decisões importantes que vão mudar a sua vida para melhor? Está usando o ouvido das outras pessoas para reclamar sobre os seus problemas?

Assim como a zona de conforto pode ser confortável, a zona de desconforto também pode ser confortável.

O ser humano se adapta com facilidade às situações, e muitas vezes acaba se acostumando com situações que trazem sofrimento e sensações ruins. Você conhece alguma pessoa que ficou durante anos trabalhando em uma mesma empresa e área, insatisfeito, reclamando diariamente, muitas vezes tomando remédios, e não fazia nada para mudar ou sentia que não conseguia mudar, como se estivesse paralisada? Ou então uma pessoa extremamente insatisfeita com o seu peso atual continuando a manter hábitos não saudáveis que somente prejudicavam a sua saúde?

Como é possível mudar essa situação e sair da zona de (des)conforto?

Criando um futuro (e um presente) com TEMPO LIVRE!!!
Adelaide Giacomazzi
Adelaide Giacomazzi

Criando um futuro (e um presente) com TEMPO LIVRE!!!

O que você faria se tivesse mais tempo livre na sua agenda?

Muitas vezes queremos tanto ter tempo livre que quando algum compromisso é desmarcado e o tal “tempo livre” surge ficamos sem saber o que fazer. Já aconteceu com você de acabar a energia elétrica da sua casa por um período e você se sentir meio perdida, com uma sensação de “e agora, eu faço o quê?”

Você precisa ter muita clareza e segurança de saber o que quer fazer com o seu tempo livre. Quando você encontrar mais tempo livre, e com certeza irá, se não souber onde e como vai utilizá-lo, as outras pessoas podem devorar o seu tempo livre como dinossauros famintos.

O que é futuro pra você?

Como as 4 disciplinas da execução podem te ajudar a atingir objetivos

Como as 4 disciplinas da execução podem te ajudar a atingir objetivos

Você já teve iniciativas e ideias maravilhosas que acabaram não sendo implementadas?

O excesso de atividades diárias do mundo digital pode consumir todo o tempo e energia que você precisa investir para executar as suas estratégias e atingir os seus objetivos.

Sempre haverá mais boas ideias do que sua capacidade de executá-las

Neste livro, a equipe de pesquisadores da Franklin Covey apresenta a sua metodologia desenvolvida para atingir as metas mais importantes da vida executiva, e que também podem ser aplicadas na vida pessoal.

Qual é a fórmula que essa metodologia apresenta?

Encontre tempo para respirar com o App OMM
Adelaide Giacomazzi
Adelaide Giacomazzi

Encontre tempo para respirar com o App OMM

O seu dia a dia é tão corrido que você fica com a sensação de que não tem tempo nem pra respirar?

Um momento de meditação se propõe a ensinar que o estado de concentração e paz não é um objetivo distante. A prática da meditação pode ser praticada em apenas um instante, em todos os lugares e em qualquer situação.

O método começa com um exercício que requer um minuto por dia. Com a prática, você levará cada vez menos tempo para se sentir focado e tranquilo para meditar em qualquer momento.

Martin Boroson, psicoterapeuta e escritor que atua em organizações com promoção de mudanças, encontrou uma forma interessante de lidar com a dificuldade de meditar.

Durante um insight que teve ao realizar uma prática de mindfulness de 30 minutos, ele começou a se questionar se tinha realmente colocado o timer, se sentia agitado e com a sensação de que o tempo demorava para passar, ficava imaginando se já tinham passado 10 minutos ou 1 hora. Quando decidiu olhar para o relógio conferiu que faltava somente 1 minuto, e ficou um pouco decepcionado ao pensar como tinha se afastado da prática por 29 minutos. Mas decidiu continuar e fazer a prática, em 1 minuto.

E este foi seu insight! Por que não parar por 1 minuto apenas e praticar?

Mude seu mindset para encontrar “tempo livre”

Mude seu mindset para encontrar “tempo livre”

O que você faria se tivesse mais tempo livre na sua agenda?

Se você tem dificuldades em gerenciar o seu tempo, confira aqui algumas dicas úteis e simples para você encontrar o tempo livre que tanto procura.

Acredite que você tem tempo

O primeiro passo para ter tempo livre é deixar de lado aquela clássica afirmação de “eu não tenho tempo.” Se você ficar repetindo isso para si mesmo e para as outras pessoas, as chances de você realmente ficar com a sensação de que não tempo para nada vai ser muito alta.

Pense que o seu dia é uma conta bancária. A cada dia você recebe 24 horas para usar como bem entender. No fim do dia essa conta é zerada e você recebe mais 24 horas, como se fosse um presente. Depende somente de você decidir como vai utilizar esse presente, as horas que ganhou. Você pode usar o seu tempo de uma forma produtiva ou jogar ele pela janela e ficar com a sensação de que não tem tempo.

Defina com antecedência o que vai fazer com o tempo livre

Você precisa ter muita clareza e segurança de saber o que quer fazer com o seu tempo livre. Pois, uma vez que você encontre mais tempo livre, e com certeza irá, se não souber onde e como vai utilizá-lo, as outras pessoas podem devorar o seu tempo livre como dinossauros famintos.

Em maio de 2016 eu participei de uma enquete sobre esse tema nas redes sociais, feita pelo Christian Barbosa, e fiz questão de conferir e analisar 366 das respostas dos participantes.

O que as pessoas fariam com seus tempos livres?

Avalie o tempo de uso no iPhone com o App Moment

Avalie o tempo de uso no iPhone com o App Moment

Você briga com os seus filhos porque acha que eles ficam muito tempo no celular? Ou é a sua família que está querendo a sua atenção e reclamando que você está trabalhando demais? Como saber se você está viciada no seu iPhone?

O aplicativo Moment monitora o tempo que você (e a sua família) passam no iPhone. O slogan utilizado pelo app é “Get back to your life”, com o sentido de você ter mais tempo para curtir a vida e se relacionar com as pessoas ao seu redor, ao invés de ficar 24 horas por dia com os olhos fixados no seu aparelho.

Ele te ajuda a ter consciência de quanto tempo você usa o telefone por dia e quantas vezes você pega o celular para fazer alguma atividade. Apresenta dados, estatísticas e gráficos diários, semanais e mensais para que você possa controlar melhor o seu tempo, definir limites de uso diário e ser notificada quando ultrapassar esse limite.

O monitoramento é feito de forma automática e “invisível”, consumindo pouca memória do seu celular.

Quais são os motivos que levam uma pessoa a ficar muito tempo no celular?