Adelaide Giacomazzi
Adelaide Giacomazzi

Foco e Satisfação do cliente

Foco e Satisfação do cliente

O livro Satisfação garantida conta a trajetória de Tony Hsieh, CEO da Zappos, empresa líder em vendas online de calçados.

Tony Hsieh sempre teve um espírito empreendedor. Começou tentando vender minhocas aos 9 anos de idade, foi entregador de jornais, depois criou o seu próprio jornal, vendeu buttons customizados por catálogo, foi programador de computador, tentou vender truques de mágica, testou videogames. Depois que se formou pela universidade de Harvard, virou programador na Oracle, mas ficou entediado rapidamente. Junto com seu colega de quarto criou a LinkExchange, uma empresa on-line que venderam para a Microsoft por USD 265 milhões. Assumiu o cargo de CEO da Zappos em 1999, alavancando as receitas de USD 1,6 milhão em 2000 para mais de USD 1 bilhão em 2009.

Em 2009 a Zappos foi vendida para a Amazon por USD 1.2 bilhões. Jeff Bezos, fundador e presidente da Amazon, acredita que o foco no cliente é a melhor estratégia para garantir resultados no longo prazo e admirava a obsessão da Zappos pelos clientes.

E como a Zappos começou?

Adelaide Giacomazzi
Adelaide Giacomazzi

Aprendendo a desenvolver um Mindset de Crescimento

Aprendendo a desenvolver um Mindset de Crescimento

Carol Dweck era uma jovem pesquisadora obcecada pela ideia de compreender como as pessoas lidavam com fracassos. Com o desafio de entender o tipo de mindset capaz de transformar o fracasso em um dom, ela começou a observar e analisar crianças e estudantes resolvendo problemas difíceis, utilizando quebra-cabeças. Enquanto algumas crianças preferiam alternativas mais seguras, evitavam errar e se entusiasmavam com o que era fácil, outras adoravam desafios, buscando novas soluções e ansiando por problemas cada vez mais difíceis.

Carol classificou esses tipos de comportamento em dois padrões: “Mindset fixo” e “Mindset de crescimento”.

Mindset Fixo

Uma pessoa com um Mindset fixo tem o único objetivo de provar a si mesma, na sala de aula, em suas carreiras e em seus relacionamentos. Cada situação passa por uma avaliação, na maioria das vezes inconsciente, e exige uma confirmação de sua inteligência, personalidade ou caráter. Esta pessoa está sempre se perguntando, se julgando, se cobrando, fazendo perguntas do tipo:

Desenvolvendo FOCO e atenção plena para realizar seus objetivos

Desenvolvendo FOCO e atenção plena para realizar seus objetivos

Daniel Goleman, autor do best-seller Inteligência Emocional, considera que o Foco é uma ferramenta essencial para as pessoas que querem atingir altos níveis de desempenho e obter melhores resultados no mundo complexo em que vivemos.

Abordando temas como autocontrole, autoconsciência, autorregulação, liderança, atenção seletiva, distrações emocionais, hábitos, criatividade, metacognição, empatia, feedback e emoções, o autor apresenta uma série de pesquisas, histórias, técnicas e dicas úteis para desenvolver a atenção plena.

A atenção plena nos leva a ter desejos materiais mais modestos e a gastar mais tempo e energia atendendo às nossas necessidades mais profundas e satisfatórias, nossas necessidades de significado e conexão. Jeffrey Sachs

O termo Atenção vem do latim “attendere”, que significa entrar em contato, nos conectar ao mundo, moldar e definir a nossa experiência.

A habilidade de atenção determina o nível de competência com que uma tarefa é realizada, e funciona praticamente como um músculo que pode (e precisa) ser fortalecido. Quanto mais tempo você investir em um treino com concentração total, mais desenvolvido e refinado será o seu desempenho.

E o que é preciso para você “treinar” de forma inteligente?

O desafio de escrever e publicar um e-book

Quero te contar sobre como eu escrevi e publiquei o meu e-book de planejamento para mulheres empreendedoras. Quem sabe você se anima a lançar um e-book também, compartilhando o seu conhecimento e experiência com o mundo.

Tudo começou com o desafio do hábito, um programa de sete semanas em que sete mulheres corajosas toparam o desafio de mudar ou criar um hábito. (conheça um pouco mais sobre o desafio clicando aqui). Com o lema “não basta ser Coach, tem que participar”, além de promover e coordenar o programa, orientar as participantes e organizar os encontros, eu me comprometi a criar um novo hábito e participar ativamente do desafio. O meu objetivo era criar o hábito de escrever durante 30 minutos no mínimo 3 x semana.

O início não foi fácil. Houveram muitas interrupções e distrações. E nesse ponto foi muito interessante perceber como a maioria dessas distrações eram causadas por mim mesma, pelo fato de eu arrumar inúmeras outras atividades para fazer nos momentos em que deveria estar escrevendo, uma espécie de autossabotagem. E como tudo começou a ficar mais fácil? 

Criando (e atingindo) metas desafiadoras

Criando (e atingindo) metas desafiadoras

Este livro convida a uma reflexão sobre as dificuldades para realizar metas e objetivos, e apresenta uma abordagem muito interessante e prática para você criar uma meta extraordinária e desafiadora. Segundo o autor, se você define metas inadequadas ou incompletas, e seu cérebro fica indeciso ou entediado, nem todos os rituais diários e nem toda a disciplina do mundo vão ajudá-lo a ter sucesso. Não são os hábitos diários nem quantos números você é capaz de escrever em uma planilha que decidem o sucesso da sua meta: é o engajamento do seu cérebro. Essas são as características que distinguem os grandes realizadores de todas as outras pessoas.

E o que são metas que desafiam?

Evento: Gestão do Tempo e Produtividade para empreendedoras

Evento: Gestão do Tempo e Produtividade para empreendedoras

No dia 27 de junho tive a oportunidade de palestrar para um grupo de mulheres, a convite da Cia Empreendedora.

É interessante observar o crescente interesse das mulheres em empreender. Os motivos são diversos: ter uma renda extra, ficar mais tempo perto dos filhos, ter autonomia e independência, vocação ou necessidade. Mas junto com o desejo de empreender vem a vontade de se sentir  no controle da situação, vem a pressão para “dar conta de todas as atividades”, “ter tempo pra resolver todos os problemas (seus e dos outros)”, “ser multitarefa”. E essa pressão muitas vezes é autoimposta, é inconsciente, tendo origem em uma cultura muito forte onde a mulher se sente na obrigação de cuidar, de contribuir, de arrumar, de resolver.

A vida de uma empreendedora não é só glamour e felicidade. É preciso muita disciplina, foco, garra, planejamento e organização para que você transforme a sua vida, e o seu empreendimento, em algo não somente prazeroso mas também rentável. E o que fazer para conciliar tantas atividades da vida pessoal e profissional, fazer mais e melhor em menos tempo?

Mude Tudo que Quiser – A nova ciência do sucesso pessoal

Mude Tudo que Quiser – A nova ciência do sucesso pessoalCompre aqui

Este livro de Kerry Patterson desmistifica a crença de que basta ter somente força de vontade para adquirir um novo hábito. Com uma abordagem nova e muito interessante os autores abordam o fato de que existem 6 fontes de influência que trabalham por você e contra você, e que induzem a forma como você encara os desafios de mudar o seu comportamento para atingir os objetivos desejados. E comprovam que aqueles que usam as seis fontes de influência nos seus planos de mudança tem 10 vezes mais probabilidade de sucesso do que quem não as usa.

Com base em diversas pesquisas realizadas em seu laboratório “Mude Tudo que Quiser”, localizado em Utah, apresentam uma série de táticas e exemplos de casos reais para você tentar mudar seus hábitos. Além disso, fazem o convite para que você seja a sua própria fonte de pesquisa, observando seus comportamentos e transformando suas ações em atos conscientes.

Conheça nesse texto algumas das táticas sugeridas para a mudança de hábitos.