Como dizer NÃO sem usar a palavra NÃO

Como dizer NÃO sem usar a palavra NÃO

Você é uma pessoa empreendedora que diz sim pra tudo e acaba ficando sem tempo pra nada?

Você deixa de fazer coisas importantes da sua vida para priorizar as solicitações das outras pessoas?

Você se compromete com tantas coisas que sempre se sente sobrecarregado?

Você diz “sim” para vários compromissos simultâneos e depois não sabe como vai participar de todos eles?

Você tem medo de perder alguma coisa e acaba dizendo “sim” para tudo?

Você passa o seu precioso tempo com pessoas que você sente que não te valorizam?

Se você respondeu “SIM” a qualquer uma dessas perguntas pode ser a hora de começar a dizer alguns “NÃOS”.

Falar um ou vários NÃOS pode te fazer sentir mais leve, tranquilo, e com uma sensação maior de tempo também.

Em alguns Workshops que ministrei, perguntei para os participantes “Por que você diz SIM quando quer dizer NÃO?” e as principais respostas foram:

Lidando com as frustrações da vida empreendedora
Adelaide Giacomazzi
Adelaide Giacomazzi

Lidando com as frustrações da vida empreendedora

Você, como empreendedor, já teve a sensação de levar um banho de água fria no rosto? Sabe quando você planeja, organiza, faz plano A, plano B, e quando pára pra avaliar verifica que a maioria das coisas não saiu conforme o planejado?

As frustrações fazem parte da vida da vida empreendedora e uma das formas de lidar com elas é alinhar expectativas, principalmente consigo mesmo e com as pessoas ao seu redor, aquelas que vão participar direta ou indiretamente das mudanças, da implementação das ideias e dos novos projetos.

Se a sua expectativa for muito alta e os resultados forem abaixo do esperado, você corre o risco de ficar frustrado, desanimado, sem esperança, podendo até ficar doente. Por outro lado, se você não tiver expectativa nenhuma, qualquer resultado que você alcançar poderá ser satisfatório.

“Feito é melhor do que perfeito. Mirar a perfeição causa frustração, no melhor cenário, e paralisa, no pior.” Sheryl Sandberg – COO do Facebook

Uma outra forma de lidar com as frustrações é desenvolver um mindset de crescimento, permitindo-se efetivamente gostar do que faz, e continuando a gostar mesmo diante de dificuldades.

Imagine uma cena com um bebê que está aprendendo a caminhar.

Procurando a “luz no fim do túnel”

Procurando a “luz no fim do túnel”

Se você é empreendedora já deve ter acontecido de você ter se sentido em alguns momentos no escuro, sozinha, perdida, muitas vezes sem dinheiro e sem tempo, precisando de ajuda e de orientação. Querendo encontrar uma “luz no fim do túnel.”

Lembro de uma vez quando eu estava hospedada a trabalho em um hotel em Londrina, e meu quarto ficava no penúltimo andar do prédio. No último andar tinha uma piscina pequena com umas cadeiras e mesas, um ambiente bem gostoso. Eu tinha chegado do trabalho mas ainda tinha muita coisa pra fazer. Então eu decidi trabalhar mais um pouco nas mesas perto da piscina. Peguei o meu notebook, cadernos, lápis, garrafinha de água e mais um monte de coisas e resolvi subir pela escada, pois era somente um lance de andar.

Logo que eu entrei naquelas portas “corta-fogo” e comecei a subir, a luz apagou. Ficou tudo realmente muito escuro, eu não enxergava absolutamente nada. E onde estava o interruptor? É claro que eu não encontrava. A minha primeira sensação foi de pânico. Eu estava no meio da escada com degraus pra todo lado e eu tinha medo de cair. Fiquei na dúvida se eu voltava ou ia em frente. Me lembro como se fosse hoje da sensação ruim, de estar sozinha, sem saber pra que lado ir, e principalmente, no escuro total. As opções gritar e chorar foram consideradas, mas descartadas rapidamente. Imaginei que seu eu gritasse ninguém ia me ouvir. Sentar no chão e ficar chorando também não ia resolver, embora pudesse ajudar a extravasar e eliminar um pouco a angústia que eu estava sentindo. Eu também não queria derrubar o meu notebook e estava praticamente sem mãos livres. (no melhor estilo mãe de duas meninas, sempre com as mãos ocupadas).

Como eu saí dessa situação?

Nicolau Maquiavel

Todos os caminhos da ação são arriscados, então a prudência não está em evitar o perigo (que é impossível), mas em calcular o risco e agir decisivamente. Cometa erros de ambição, e não erros de preguiça. Desenvolva a força para fazer coisas fortes, não a força para sofrer

O Poder da Coragem – As 5 Chaves do Sucesso Que Vão Mudar A Sua Vida

O Poder da Coragem – As 5 Chaves do Sucesso Que Vão Mudar A Sua VidaCompre aqui

Minha sugestão de leitura de hoje é o livro do fundador da maior escola de inglês on-line do Brasil, com mais de 15 mil alunos formados, Jober Chaves.

Este empreendedor conta a sua trajetória de vida profissional e como superou as dificuldades para se tornar uma pessoa de sucesso.

Segundo Jober, para ser um verdadeiro líder, você precisa se libertar da escravidão que lhe persegue e caminhar pelo deserto até encontrar os primeiros oásis, até encontrar a terra prometida.

Para enfrentar essa viagem é preciso lidar com todos os medos, ladrões de sonhos e inseguranças, e isso pode ser feito com a ajuda das cinco chaves da verdadeira riqueza, capazes de transformar vidas:

Liberte-se dos seus medos para alcançar mais rápido o sucesso

Liberte-se dos seus medos para alcançar mais rápido o sucesso

Dois grandes obstáculos para o sucesso e a realização pessoal são o medo e a dúvida. O medo do fracasso, da falta de dinheiro, da perda, da rejeição. A dúvida a respeito de si mesmo, da nossa capacidade em tomar decisões e agir.

Tanto o medo quanto a dúvida são emoções adquiridas. Não nascemos com eles. Para combatê-los é preciso ter coragem e confiança. E é possível conseguir isso por meio do autoconhecimento e do desenvolvimento de competências. Quanto mais aprendemos o que precisamos saber para alcançar nossos objetivos e metas, menos medo sentimos, e mais coragem e confiança experimentamos.

Quando Franklin Roosevelt disse “A única coisa de que devemos ter medo é do próprio medo”, estava querendo dizer que a emoção do medo, e não a realidade daquilo que se teme, é que provoca a ansiedade, estresse e infelicidade.

Quando desenvolvemos o hábito da coragem e uma sólida autoconfiança, abre-se todo um novo mundo de possibilidades.

E como você pode analisar as causas do seu medo e ganhar mais autoconfiança?