Liberte-se dos seus medos para alcançar mais rápido o sucesso

Liberte-se dos seus medos para alcançar mais rápido o sucesso

Dois grandes obstáculos para o sucesso e a realização pessoal são o medo e a dúvida. O medo do fracasso, da falta de dinheiro, da perda, da rejeição. A dúvida a respeito de si mesmo, da nossa capacidade em tomar decisões e agir.

Tanto o medo quanto a dúvida são emoções adquiridas. Não nascemos com eles. Para combatê-los é preciso ter coragem e confiança. E é possível conseguir isso por meio do autoconhecimento e do desenvolvimento de competências. Quanto mais aprendemos o que precisamos saber para alcançar nossos objetivos e metas, menos medo sentimos, e mais coragem e confiança experimentamos.

Quando Franklin Roosevelt disse “A única coisa de que devemos ter medo é do próprio medo”, estava querendo dizer que a emoção do medo, e não a realidade daquilo que se teme, é que provoca a ansiedade, estresse e infelicidade.

Quando desenvolvemos o hábito da coragem e uma sólida autoconfiança, abre-se todo um novo mundo de possibilidades.

E como você pode analisar as causas do seu medo e ganhar mais autoconfiança?

Steve Jobs

A única maneira de sentir-se realmente satisfeito é fazendo o que você acredita ser um magnífico trabalho. E a única maneira de fazer um magnífico trabalho é tendo paixão pelo que você faz

Começando com um porquê: Por que criei este blog?

Começando com um porquê: Por que criei este blog?Compre aqui

Um dos meus vídeos preferidos é o Start With Why, do Simon Sinek. Utilizando o termo “Golden Circle”, ou círculo dourado, Sinek apresenta a importância de termos a consciência de “porque fazemos o que fazemos”. Qual é o nosso propósito, nossa causa, nossas crenças!

Participei de mais de 100 projetos ao longo dos meus 25 anos de “mundo corporativo”. O que quero contar com isso é que, independente do tema, porte e da complexidade do projeto, hoje percebo com muita clareza que os projetos que tiveram sucesso foram aqueles que tinham objetivos e metas muito claras e bem definidas, e, principalmente, aqueles que faziam sentido para as pessoas envolvidas.

Ao longo da minha vida e carreira utilizei técnicas e ferramentas para ser uma empreendedora cada dia mais produtiva. E como fiz isso?